BEM VINDAS

QUEM GOSTA DE MAMAS

sábado, janeiro 20

Louco!

Corpo tolhido, estranho, rijo que nem pau, fogoso como que fogareiro ambulante, espirituoso sem paciência para romper pensamentos incapazes de retê-los.
Cabelos grisalhos, curtos e sedosos, sombreando quando andando, animado e risonho, sempre ruidoso, segundo os outros, mais um louco!
Opinando apatia jamais tentando o entender, passava a vida desandando de lado para lado, uma vezes namorando outras vezes desejando, umas beijando outras vezes lamentando, salvo algumas excepções, nas horas certas arranja forma de sumir deixando todos boquiabertos.
Mentalidade mundana que destoava dos demais, nada tinha praticabilidade aplicável, guardava cicatrizes indeléveis, em vez de toar beleza, só servia para lamentar.

by mghorta 


VIVO!

Reúno-me vivo
desmontando-me 
em teus lábios...

Sou teu corpo
querendo junto
tudo que é teu...

Na essência
soletro a Vida
de nossas vivências...

Noites soltas
réstias de desejos
em tuas entranhas...

Dou-te de mim
matando-me
para te viver...

by mghorta



quinta-feira, dezembro 28

Inacabado!

Verbo inacabado
ou verbo prenhe,
tom das folhas amareladas
chuviscadas com chuva,
serei eu ou não sou!

by mghorta


domingo, novembro 19

Escrava do Amor!


Louca a tentação,
pura sedução,
artimanhas de amor
acorrentadas de paixão,
tornar-te minha escrava,
tocando-te na pele,
cativa da liberdade sexuada,
aromas e sabores,
beijos e desejos,
fantasias e sonhos,
é assim precisamente
como eu te quero.

by mghorta 



domingo, outubro 8

domingo, junho 18

Dever até Quando?

Avaliando, mesmo quando o dever chama,
esperando o amor premeditado e prometido... 
Se é que ele existe, onde estará escondido?
São estas as dúvidas de quem ainda Ama.

Esse Amor já fez de mim um prisioneiro,
recluso, réu confesso, vitima por ter dito que amava.
'Eu te Amo', disse-o, confessei, apalavrei...
Talvez o meu erro foi o ter dito primeiro!

Traído pela minha insegurança,
maltratado pela minha paciência,
torturado pela própria consciência,
magoado pelo Amor que não se cansa.

'O Amor é paciente', esperarei então,

'O Amor suporta', suportarei a espera.
Amando, terei forças para esperar
deixando as mágoas da negação.

Rolam as horas da espera desesperado,
esperando em aflição meu julgamento.
Entretanto e com pena minha atormentado
pela solidão a que fui sentenciado por Amar.

by mghorta 


quarta-feira, abril 26

Freira Feliz.

Freira coloca pénis no selim de sua bicicleta e pedala para sua satisfação, aprenda a fazer como ela e seja feliz. 




terça-feira, abril 4

Tele-Transportado!

Como quem partilha o saborear de um vinho,
como quem partilha o sabor de frutas,
como quem soletra os sons de musica,
como quem respira o perfumado corpo,
como quem desliza mãos pela pele aveludada,
como quem olha o corpo curvilíneo sexuado,
como quem saboreia os beijos dados,
eu queria estar naquele momento na Lua
nessa Lua sensual onde ela mora!

Por fim e nesse preciso momento eu estava lá,
tele-transportado como matéria destinada.
Mas do que vale a matéria sem  sentimento?

by mghorta  



terça-feira, março 21

Desenvergonhada Anónima!


Ó minha desenvergonhada
teus sovacos selvagens
como ramalhete floridos
em cama acetinada aluada
meu sonho é adormecer
nessa vasta cabeleira
depois de aliviar o tesão.

by mghorta









VOLTE DE NOVO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...